Bibliotecas Participantes

fepagro

Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária – FEPAGRO

Atendimento: segunda a sexta-feira das 8h30min às 12h e 13h30min às 18h
Rua Gonçalves Dias, 570 – Bairro Menino Deus
CEP 90130-060 Porto Alegre, RS
Fone: (51) 3288-8050 Fax: (51) 3233-7607
Email da Biblioteca: biblioteca@fepagro.rs.gov.br

Site da Instituição

A Biblioteca é especializada na área de pesquisa agropecuária e seu acervo bibliográfico é constituído em sua grande maioria por livros, folhetos e periódicos. Apresenta, também, boletins, manuais e publicações técnicas da própria Instituição.

Serviços:

– Consulta local;
– Empréstimo domiciliar;
– Pesquisa bibliográfica;
– Disseminação seletiva de informações;
– Permuta de publicações (intercâmbio);
– Assistência editorial às publicações da instituição.

Bibliotecário(a):

Marioni Dornelles da Silva – CRB10/1978
Nemora Arlindo Rodrigues – CRB10/820

Notícias

Aplicativo da FEE disponibiliza dados sobre o potencial poluidor da indústria de transformação e extrativa do RS

Os indicadores de potencial poluidor da indústria no Rio Grande do Sul apontam para uma tendência de aumento do risco ambiental no período 2002-2015, com crescimento tanto da dependência das atividades poluidoras, quanto do volume de produção potencialmente poluidora. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (3) pela Fundação de Economia e Estatística (FEE) e trazem indicadores do potencial poluidor da indústria de transformação e extrativa no estado do Rio Grande do Sul, referentes ao período de 2002-2015. Os dados estão disponíveis no aplicativo InppVis que apresenta os indicadores de forma interativa e dinâmica possibilitando a visualização e análise dos dados, com comparações entre unidades geográficas, em tabelas, gráficos e mapas. Permite tanto a realização de pesquisas rápidas na base de dados, quanto download.  Os resultados podem ser para o Estado como um todo, assim como para os municípios gaúchos, microrregiões, mesorregiões, aglomerações urbanas, regiões metropolitanas ou serem agrupados pelos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes). Para saber mais clique AQUI.